Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, e de Lojas de Conveniência, e de Empresas de Lava-Rápido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Região – Sindicombustíveis Resan.

BiodieselANP suspende leilão de biodiesel para avaliar redução da demanda


A ANP suspendeu novamente um leilão de biodiesel. Desta vez, foi o 76° Leilão de Biodiesel (L76), que estava em curso para comercialização do biocombustível necessário para mistura obrigatória de 12% (B12) de biodiesel no diesel B, nos meses de novembro e dezembro.

OUT 7, 2020

Fonte: EPBR

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) suspendeu novamente um leilão de biodiesel. Desta vez, foi o 76° Leilão de Biodiesel (L76), que estava em curso para comercialização do biocombustível necessário para mistura obrigatória de 12% (B12) de biodiesel no diesel B, nos meses de novembro e dezembro.

“A fase 2 da etapa 2 está suspensa para que a ANP avalie, com base no volume ofertado, a necessidade de redução do percentual de mistura obrigatória para os meses de novembro e dezembro”, afirmou a ANP, em nota.

A paralisação já era esperada, uma vez que a ANP comunicou no dia 24 de setembro a possibilidade de suspensão da etapa 2 para análise do balando de oferta e demanda.

Não foi divulgada uma data para retomada do leilão.

Na primeira rodada da etapa 2 do L76, os produtores de biodiesel ofertaram um total de 1.208,2 bilhão de litros, de acordo com o BiodieselBr. O volume é um pouco acima do 1,2 bilhão de litros que os distribuidores apontaram como mínimo para atender o B12.

Levando em conta a margem de segurança, alguns consideram que seriam necessários 1,3 bilhão de litros para manter a mistura obrigatória em 12%.

A redução para o B10 acabou sendo aplicada no leilão anterior, o L75. Houve uma combinação de restrição na oferta de soja, principal matéria-prima do biodiesel, e uma recuperação mais rápida que a esperada na demanda por diesel, após o impacto no mercado de combustível em decorrência da pandemia.

As situações se retroalimentam. O setor agropecuário é grande demandante de diesel e vivencia uma safra e demanda recordes, especialmente no caso da soja, voltada para exportação.

Parte dos produtores de biodiesel, representados pela Ubrabio, defende a liberação de importação de soja. Outros, associados à Aprobio, propuseram a elevação dos preços de máximos de referência do leilão. Em geral, as distribuidoras, em especial as de menor porte, defendem a redução temporária da mistura obrigatória.


Comentários

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas