Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, e de Lojas de Conveniência, e de Empresas de Lava-Rápido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Região – Sindicombustíveis Resan.

GLPANP vai exigir novo comunicado visual em revendas de GLP


A ANP passou a estabelecer que os empreendimentos devem exibir, a partir de 1º de março de 2021, em local visível de seu estabelecimento comercial, um aviso sobre o lacre e identificação dos botijões.

SET 9, 2020

Fonte: Minaspetro

O Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou, no último dia 31 de agosto, a nova Resolução nº 825/2020, dispondo sobre a especificação e o controle da qualidade dos gases liquefeitos de petróleo (GLP) comercializados pelos agentes econômicos no território nacional. Em termos práticos, a nova resolução é aplicável para os postos revendedores que porventura possuam revenda de GLP.

A mudança significativa, neste caso, foi a alteração do artigo 26, inciso XII da Res. ANP 51 de 30/11/2016 que passou a estabelecer que os empreendimentos devem exibir, a partir de 1º de março de 2021, em local visível de seu estabelecimento comercial o seguinte aviso:

‘OS BOTIJÕES DE GLP À VENDA NESTE ESTABELECIMENTO DEVEM ESTAR DEVIDAMENTE LACRADOS, IDENTIFICADOS E DEVERÃO POSSUIR INFORMAÇÕES RELATIVAS AO PRODUTO E SUA UTILIZAÇÃO’.

Ademais, a Res. 825/2020 trouxe alterações na especificação e controle de qualidade do GLP que impacta para o produtor, importador e distribuidor que já devem entregar para o revendedor os recipientes contendo o GLP nas novas especificações da ANP a partir de 01/03/2021.

Quanto às demais obrigações a serem atendidas pelo revendedor de GLP, estas estão predominantemente contidas na Res. ANP 51, de 30/11/2016, que ainda continua em vigor.


Comentários

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas