Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, e de Lojas de Conveniência, e de Empresas de Lava-Rápido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Região – Sindicombustíveis Resan.

NotíciaFazenda deflagra Operação Combustão

JUL 5, 2018

Indícios apurados pelo Fisco apontam possível simulação de operações envolvendo a comercialização de diesel, causando prejuízo de cerca de R$ 200 milhões.

A Secretaria da Fazenda deflagrou nesta quinta-feira, 5/7, a primeira etapa da operação Combustão, que tem como alvo 90 postos de combustíveis de todas as regiões do Estado. Indícios apurados pelo Fisco estadual apontam possível simulação de operações envolvendo a comercialização de óleo diesel, o que teria causado prejuízo de cerca de R$ 200 milhões aos cofres paulista ao longo de quatro anos.

A operação mobiliza 180 agentes fiscais de rendas e ocorre de forma simultânea em 49 municípios, envolvendo diretamente o trabalho de 15 das 18 delegacias regionais tributárias do Estado. Os estabelecimentos investigados são suspeitos de emitirem documentos fiscais que não correspondem a operações reais, simulando a venda de óleo diesel.

Os documentos emitidos não geram ICMS a pagar para o emitente, uma vez que não há destaque do valor do imposto em razão da retenção procedida em fase anterior da comercialização do combustível. Posteriormente, tais documentos possivelmente são utilizados pelos destinatários, em sua grande maioria empresas transportadoras, para abater o ICMS devido em suas operações próprias.

A operação Combustão tem como objetivo verificar a regularidade cadastral dos estabelecimentos e o atendimento ao cumprimento de suas obrigações acessórias, além de oferecer oportunidade aos estabelecimentos selecionados para que comprovem as operações efetuadas com óleo diesel.

Dos 90 estabelecimentos revendedores de combustíveis fiscalizados, 31 terão suas inscrições estaduais imediatamente suspensas em razão da grande diferença encontrada entre o volume de óleo diesel vendido e o efetivamente comprado pelo estabelecimento. Nas pesquisas efetuadas pela Secretaria da Fazenda há postos que sequer dispõem de tanque de armazenamento de óleo diesel.

Ao final dos trabalhos e, se confirmados os indícios de simulação apontados, os estabelecimentos serão objeto de um Procedimento Administrativo de Cassação de maneira a impedir em definitivo seu funcionamento. Para a recuperação dos valores sonegados haverá uma segunda etapa da operação, na qual todos os destinatários que se utilizaram dos créditos indevidamente gerados serão acionados.

Confira a lista abaixo as cidades que possuem alvos da operação Combustão: 

Delegacia Regional Tributária

Nº DE ALVOS

DRTC-I - Tatuapé

 

SAO PAULO

4

DRTC-II - Lapa

 

SAO PAULO

4

DRTC-III - Butantã

 

SAO PAULO

9

DRT-2 - LITORAL

 

CUBATAO

1

SANTOS

2

DRT-3 - VALE DO PARAÍBA

 

CACAPAVA

1

SAO JOSE DOS CAMPOS

1

SAO SEBASTIAO

2

DRT-4 - SOROCABA

 

CORONEL MACEDO

1

ITAPEVA

1

ITU

1

SALTO

1

SOROCABA

2

DRT-5 - CAMPINAS

 

CAMPINAS

8

CORDEIROPOLIS

1

COSMOPOLIS

1

ENGENHEIRO COELHO

1

HORTOLANDIA

2

INDAIATUBA

2

LIMEIRA

2

NOVA ODESSA

1

PIRACICABA

1

SANTA BARBARA D'OESTE

2

SUMARE

1

DRT-6 - RIBEIRÃO PRETO

 

RIBEIRAO PRETO

5

SAO JOAO DA BOA VISTA

2

DRT-7 - BAURU

 

BAURU

2

JAU

1

SAO MANUEL

2

DRT-8 - SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

 

SAO JOSE DO RIO PRETO

1

TANABI

1

DRT-9 - ARAÇATUBA

 

PENAPOLIS

1

DRT-13 - GUARULHOS

 

GUARULHOS

4

SUZANO

1

DRT-14 - OSASCO

 

CAIEIRAS

1

OSASCO

2

DRT-15 - ARARAQUARA

 

ARARAQUARA

1

BORBOREMA

1

MATAO

1

PORTO FERREIRA

1

RIO CLARO

1

DRT-16 - JUNDIAÍ

 

ATIBAIA

1

ESPIRITO SANTO DO PINHAL

1

ITAPIRA

1

ITATIBA

1

ITUPEVA

1

JARINU

1

JUNDIAI

1

PEDRA BELA

1

VARZEA PAULISTA

1

VINHEDO

1

TOTAL DE ALVOS

90

Fonte: Secretaria da Fazenda


Comentários

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas