Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, e de Lojas de Conveniência, e de Empresas de Lava-Rápido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Região – Sindicombustíveis Resan.

Petrobras estuda rever preço do diesel a cada 15 dias

8 NOV 2018

Fonte: O Globo*

O diretor financeiro da Petrobras, Rafael Grisolia, informou nesta terça-feira que a companhia está avaliando os resultados da política de preços adotada para a gasolina, que prevê correção de preços para cima ou para baixo a cada 15 dias, em outros combustíveis, incluindo o óleo diesel. A informação foi dada durante teleconferência com analistas de mercado para a apresentação dos resultados financeiros da Petrobras, que fechou o terceiro trimestre com um lucro líquido de R$ 6,6 bilhões.

Desde setembro, a Petrobras adotou um mecanismo de proteção financeira que permitiu aumentar os intervalos dos repasses das variações internacionais do petróleo e do câmbio para os preços da gasolina em suas refinarias, para prazos de até 15 dias.

– Estamos numa curva de aprendizado na questão do hedge na gasolina, e achamos bastante adequada a experiência de períodos de até 15 dias. E continuamos fazendo análise desse mecanismo para outros produtos, incluindo o diesel – destacou Rafael.

Uma eventual mudança na metodologia do reajuste do diesel só será adotada se a companhia assim decidir, após o fim da atual subvenção ao produto, que termina no dia 31 de dezembro.

*Extraída do site Fecombustíveis