Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, e de Lojas de Conveniência, e de Empresas de Lava-Rápido e de Empresas de Estacionamento de Santos e Região – Sindicombustíveis Resan.

França aumenta imposto e gasolina deve subir ao menos 12 centavos em SP

13 JUN 2018

Depois de anunciar com estardalhaço a redução do ICMS durante a crise causada pela greve dos caminhoneiros, o governador de São Paulo, Márcio França, vai compensar as perdas do Estado com o aumento do imposto sobre a gasolina.

Na primeira quinzena de julho, o governo reduziu em 46 centavos o preço de pauta do diesel, sobre o qual é aplicada a alíquota de 12% de ICMS.

Para a segunda quinzena, no entanto, aumentou em 47 centavos o da gasolina.

Detalhe: a alíquota da gasolina é bem maior, de 25%.

O aumento na bomba deve chegar a 12 centavos. Esse valor começa a valer em 16 de junho.

Atualização:

O governo de São Paulo afirma que não haverá aumento do imposto sobre a gasolina e que a alíquota sobre o preço deste combustível praticada em São Paulo permanece inalterada, em 25% – uma das menores do País.

VEJA